Reevangelizar a Europa, 500 anos depois da Reforma

A Assembleia Geral da Associação Evangélica da Europa (EEA por sua sigla em inglês) reuniu-se para debater como os cristãos evangélicos de toda a Europa poderiam comunicar o evangelho histórico e bíblico de forma mais efetiva à sociedade secular.

A Aliança Evangélica Europeia se reuniu para realizar sua Assembleia Geral em Praga, República Checa, de 9 a 12 de outubro de 2017.

Cerca de 100 participantes se reuniram para debater como os cristãos evangélicos de toda Europa poderiam comunicar o evangelho histórico e bíblico de forma mais efetiva à sociedade secular, pós-secular, pós-moderna, pós-cristã e pós-comunista na qual vivem, ao mesmo tempo que se defrontam com:

– Milhões de jovens que não têm nenhuma relação com a igreja,

– Conflitos que passaram de uma geração a outra,

– Imigrantes que perderam tudo, e

– Crianças que não têm nenhum lugar que possam considerar seu lar.

Segurança e Identidade em Deus

Como se Deus quisesse estabelecer as pautas, a primeira reunião teve que ser transferida de um salão de conferências a uma aula magna, obrigando todos os membros e afiliados a sentarem-se como estudantes, desejosos de aprender coisas novas e coisas velhas.

Esta pauta teve continuidade quando Rosalee Velloso levou o grupo a considerar de novo as perguntas antigas, mas ainda relevantes, as quais Abraão teve que enfrentar em Gênesis 11 e 12.  Deixaria de lado sua segurança em resposta ao chamado de Deus?  Qual seria sua identidade?  Onde estaria seu futuro?

Nestes tempos similares de agitação e incerteza, os cristãos evangélicos devem decidir se seguem a tendência da sociedade em direção às discussões baseadas na emoção, nas quais, por medo de perder sua segurança, constroem muros e levantam barreiras para proteger sua identidade, ou encontrar sua segurança e sua identidade em Deus, aceitando plenamente o chamamento bíblico.

Ser Cristão Hoje

Três professores evangélicos de teologia compartilharam seu conhecimento especializado da situação atual.

Evert Van de Poll apresentou uma descrição ampla e bem documentada dos desafios que enfrentam os cristãos da Europa.

Thomas K. Johnson falou das relações entre evangélicos e católicos e de suas implicações para a evangelização.

Johannes Reimer abordou exemplos atuais de conflitos sociais e descreveu as novas iniciativas da Rede de Reconciliação e Paz da AEE.

David Patty mostrou os esforços de Josiah Venture em atividades evangelísticas diretas, dirigidas a jovens que tiveram pouco ou nenhum contato anterior com igrejas.

Kris Kandiah: Prêmio Esperança

O Dr. Krish Kandiah foi honrado com o Prêmio Esperança por seus esforços na fundação e direção da nova organização beneficente britânica “Home for Good”. Este projeto, que começou como uma iniciativa da Aliança do Reino Unido, está mudando o papel dos cristãos no Reino Unido por meio do cuidado de crianças e da resposta às desesperadoras necessidades de refugiados menores não acompanhados. Kris desafiou a audiência para que perguntassem a suas igrejas se queriam simplesmente continuar servindo a pessoas que sofrem, a partir dos sintomas dos problemas sociais ou se estão preparadas para abordar as raízes desses problemas.

Por que as pessoas deixam a igreja?

Ainda que se reconheça a necessidade de tornar o evangelho conhecido entre as pessoas que são oficialmente membros de uma igreja, mas que não participam da mesma e que não parecem ter uma fé pessoal em Cristo Jesus (os chamados membros nominais da igreja), os participantes foram encorajados a evitar trabalhar diretamente contra outras igrejas ou denominações, entre as quais se inclui a Igreja Católica Romana e a Igreja Ortodoxa, e a serem transparentes no debate com líderes de outras igrejas quanto a trabalhar juntos na evangelização e no testemunho prático do Evangelho. Observou-se que as igrejas evangélicas também têm sua própria periferia nominal. Esta situação requer cuidado pastoral e mais investigação quanto ao fato de alguns membros de igrejas evangélicas deixarem de participar da igreja ou não confessarem abertamente sua fé.

Cristãos Comprometidos

Quando os participantes da Assembleia Geral da AEE deixaram Praga para voltar a seus países de origem em toda Europa, se comprometeram de novo a:

– Esforçar-se para compartilhar as boas novas de Jesus Cristo, evangelizando pessoas de todos os setores da sociedade em toda a Europa;

– Esforçar-se para mostrar o amor de Cristo Jesus de forma prática às pessoas necessitadas em toda a Europa, não tratando unicamente os sintomas e sim abordando também as causas desses problemas; e

– Esforçar-se para estudar seriamente as necessidades de nossos vizinhos e deixar nossas zonas de conforto em benefício deles.

Fonte: Protestante Digital

The following two tabs change content below.

Martha Claros

Diretora da Área de Comunicação - COMIBAM Internacional

Comments are closed.