Pashtuns, a Etnia Esquecida

Pastun

Por David Matthews

Há milhares de etnias não alcançadas no mundo. Mesmo os especialistas não sabem precisar quantas são. As etnias estão no centro do coração de Deus. As etnias são Sua prioridade. Agora, se eles são a prioridade de Deus, devem ser também a nossa prioridade.

Em Mateus 28:18 Jesus se aproximou deles e lhes disse: Toda a autoridade me foi dada n céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações (etnos ἔθνους).

Sabemos que uma etnia não alcançada é um grupo de pessoas que não tem acesso ao evangelho, não tem uma Bíblia em seu idioma, não possui uma igreja, não tem literatura, nem tampouco crentes que possam compartilhar o evangelho com eles.

Entre o Afeganistão e o Paquistão, vive um grupo étnico chamado Pashtun. São muçulmanos. Hoje existem 1,6 bilhão de muçulmanos no mundo, e 3% de todos os muçulmanos são pashtuns. Há 52 milhões de pashtuns no mundo, mas estima-se que apenas cerca de 500 conhecem Jesus. Isso significa que um Pashtun tem que conhecer mais de 100.000 pessoas para se encontrar com um Pashtun que possa compartilhar o evangelho com ele.

Os pashtuns têm uma cultura única. Embora sua população seja numerosa, eles mantêm uma estrutura tribal baseada em antepassados comuns, semelhante às doze tribos de Israel. Um pashtun é parte de uma família; várias famílias formam um clã e vários clãs formam uma tribo. Essas tribos são governadas por líderes locais que usam o código Pashtunwali, ou “o caminho do pashtun”, que dita seus costumes e valores.

Os pashtuns também vivem em uma zona de conflito, guerra e terrorismo. Muitos deles têm sofrido durante toda sua vida e se perguntam se existe alguma esperança para ter una vida melhor. Jesus os ama e morreu também por eles, e eles esperam encontrar a esperança que Ele oferece.

Os esforços missionários para chegar aos pashtuns são muito poucos. Estima-se que há uns poucos missionários envolvidos na obra lá, que estão compartilhando o evangelho com os pashtuns. Vinte ou trinta valentes homens e mulheres olhando para uma colheita de milhões de pashtuns e clamando ao Senhor da seara que: “Envie mais trabalhadores para sua seara!”

Milhares de pashtuns morrem a cada ano sem ter nem sequer a oportunidade de escutar sobre Cristo. Vendo esta necessidade, há três anos, se fundou a Rede de Adoção dos Pashtuns (RAP). Foi criada para mobilizar a igreja latina para alcançar os pashtuns. Hoje a igreja latina já está intercedendo por eles. Alguns, inclusive, ouviram um chamado para servir entre os pashtuns, para levar a eles as boas novas. Contudo, há muito por fazer.

Los pashtuns são um grupo étnico enorme e, assim, como corpo de Cristo necessitamos trabalhar em unidade para alcançá-los.

Se você deseja ter mais informações pode entrar em contato:

E-mail: rap@reflejo.org  WhatsApp: +1 (404) 590-4041

David Matthews é fundador da Rede de Adoção dos Pashtuns e de Reflexo, uma agência missionária cuja visão é facilitar movimentos do evangelho entre os não alcançados, incluindo os pashtuns.

 

The following two tabs change content below.

Martha Claros

Diretora da Área de Comunicação da COMIBAM

Comments are closed.