Consulta de Envio no México IMPACTO 316

consulta_mexico

De 23 a 24 de fevereiro do presente ano, em São Luís Potosí, se realizou a “Consulta de Envio”, organizada pela Cooperação Missionária Mexicana-COMIMEX, em colaboração com a Aliança Global Wycliffe e com a Área de Envio da COMIBAM Internacional.

Participaram da Consulta 57 pessoas de 35 organizações.

A consulta estava orientada a estruturas de envio de igrejas, denominações e agências missionárias de origem nacional, indígena e internacional. Foi organizada por um comitê integrado por Raúl Garza, Mike Burman, Jaime Heimberger, Antonio Pavón, David Cárdenas, Cristian Castro e Allan Matamoros.

O propósito principal da Consulta foi: Servir no fortalecimento dos processos de envio para o projeto IMPACTO 316 Segunda fase, que pretende conduzir etnoprojetos entre etnias não alcançadas para sua transformação com o Evangelho, envolvendo tradução da Bíblia, plantação de igrejas, estratégias de acesso criativo, entre outros aspectos da missão.

Os objetivos específicos foram:

  • Refletir sobre a importância de realizar um envio missionário saudável pela igreja, junto às estruturas enviadoras, seguindo pautas bíblicas.
  • Fornecer às estruturas de envio mexicanas, lições aprendidas, boas práticas e recomendações no envio para um bom cumprimento do IMPACTO 316.
  • Identificar desafios e oportunidades no relacionamento entre a igreja rural de composição indígena, a igreja nas cidades, as agências missionárias e os missionários para aspectos relacionados com o envio.

Como palestrantes convidados estiveram: David Cárdenas, presidente da COMIBAM e facilitador de Alianças Estratégicas da Aliança Global Wycliffe e Allan Matamoros, diretor de campo de COMIBAM e líder da Partners Internacional.

Allan, em duas sessões, falou da necessidade das estruturas de envio no movimento latino, à luz das correntes no trabalho missionário atual e de um olhar histórico sobre os esforços missionários e sua organização. Com este fundamento, se refletiu sobre os elementos de apoio das estruturas de envio pela igreja local e se fez uma revisão meticulosa das realidades do envio na América Latina, com o propósito de fazer as recomendações pertinentes para um envio saudável.

consulta_mexico2

Uma das palestras de David Cárdenas foi: “Uma perspectiva joanina do envio do Pai e do Filho: implicações para as igrejas e agências missionárias”. Enfatizou que o envio não é uma atividade originada na igreja ou nas agências, mas é um atributo de Deus, porque Deus é um Deus que envia, segundo João 20:21 “Como o Pai me enviou, eu também vos envio”.  Mediante um estudo bíblico pormenorizado do evangelho de João, foram identificadas as características que mostram a maneira como o Pai celestial enviou seu Filho, e depois aquelas com as quais o Filho enviou seus discípulos. A partir das conclusões encontradas se refletiu em mesas de trabalho acerca do que é preciso recuperar e que mudanças ou ajustes se necessitam realizar, além de identificar as recomendações a se ter em conta entre as igrejas e agências para melhorar suas práticas de envio a partir de uma perspectiva bíblica.

“Desafios no relacionamento entre a igreja e a agência: Uma perspectiva a partir do policentrismo” foi outra das palestras de David. Ele próprio desafiou a perspectiva clássica, e colocou em cena uma realidade global evidente, conhecida como o policentrismo, no qual as igrejas e as agências são chamadas a se relacionar não apenas por cordialidade ou necessidade e sim porque o novo mapa da missão assim o exige para evitar ser deixado de fora. Com o fim de alcançá-lo, convidou a superar barreiras, tais como o ego-organizacionalismo, a desconfiança, os prejuízos e as más experiências que tanto dano têm causado à missão.

“Admiro a vida e a força que tem o movimento missionário mexicano para os tempos que vivemos, e sua iniciativa de alcançar 316 novas etnias de maneira organizada e comprometida. Constitui-se um exemplo para o resto de Ibero América; é um modelo a seguir”.

“Esta consulta foi um mecanismo de participação, na qual líderes reagiram frente a temas propostos, identificando suas áreas de debilidade e gerando propostas de mudança para melhorar seu envio no marco do Impacto 316.  As respostas definitivas não são encontradas em uma consulta e sim no caminho da implementação e da inovação. É no mínimo reconfortante saber que a habilidade mais importante que se necessita é a vontade de dar um passo adiante”, manifestou David Cárdenas.

Por seu lado, Pedro Hernández, diretor de projetos de campo da União Nacional de Tradutores Indígenas do México expressou: “Foi de muita benção terem considerado minha participação pela minha identidade como cristão indígena, pois considero que a voz de meus irmãos indígenas deve ser ouvida e levada em conta, especialmente quando se trata de organizações que falam de envio. Isto me impactou. Também me impactou ver como Deus, nestes tempos, está chamando as organizações a serem interdependentes e a trabalharem em unidade, ainda que isso implique transformar estruturas que já estavam institucionalizadas”. Por último, ressaltou a conclusão a que se chegou, de que uma parte importante para a missão transcultural é a tradução da Palavra de Deus.

Mike Burnam, diretor de envio da COMIMEX comentou: “Desejo agradecer a COMIBAM por enviar estes excelentes oradores e mestres para serem facilitadores nesta consulta. Seus temas foram muito precisos para os participantes e para a etapa na qual nos encontramos no movimento missionário mexicano; Allan Matamoros, como latino com uma ampla experiência de campo e por haver dirigido uma agência latina por vários anos, David Cárdenas com sua experiência na Igreja e no contexto de envio, e os desafios da missão em direção aos não alcançados como movimento missionário da Ibero América. Creio que se conseguiu muito com esta consulta, mas também temos que nos dedicar a dar continuidade a estes ensinamentos, conceitos e avaliações às quais se chegou”.

Foram feitas recomendações para dar passos para um bom relacionamento, e se concluiu com uma atividade prática grupal, na qual uns ofereceram presentes aos outros, com frases transformadoras que expressavam boa vontade e melhores atitudes entre a igreja indígena, a igreja nacional, as agências missionárias e os missionários.

The following two tabs change content below.

Martha Claros

Diretora da Área de Comunicação - COMIBAM Internacional

Latest posts by Martha Claros (see all)

Comments are closed.