A paz de Cristo para sua criação sofredora

“Toda a criação de Deus está esperando com impaciência o momento em que Deus mostre ao mundo quem são seus filhos. A criação não foi capaz de alcançar seu propósito original… Contudo, fica essa esperança: que a criação será libertada da escravidão da corrupção para desfrutar depois da grandeza dos filhos de Deus”. PDT

“Oh Senhor, ajuda-nos a abandonar o consumo egoísta dos recursos destinados a todos e a ver as repercussões de nossas decisões nos pobres e vulneráveis”. São Francisco de Assis


Com Jesus na Intercessão: Lamentamos o abuso e a destruição generalizados dos recursos da Terra, incluída sua biodiversidade. Constatamos que um desafio grave e urgente que enfrenta nosso mundo físico é a ameaça das mudanças climáticas; essas poderiam afetar de maneira desproporcional os habitantes dos países mais pobres, já que é lá que os extremos climáticos serão mais graves e onde há pouca capacidade para adaptar-se a elas. Por isso, pedimos que a pobreza mundial e as mudanças climáticas sejam abordadas, ambos com a mesma urgência. Movimento de Lausanne


– Por Obreiros. Milhões de pessoas ainda não ouviram falar do amor de Cristo. Deus está usando poderosamente os obreiros que já estão em campo e também os nacionais. Há comunidades que estão sendo transformadas, mas o trabalho está longe de estar terminado. Por favor, ore para que os trabalhadores se mantenham sadios física e espiritualmente. Ore por tenacidade, para que não se cansem de fazer o bem (2 Tessalonicenses 3:13), por renovação e crescimento espiritual. Por sabedoria, direção clara e por novos obreiros, que continuem saindo para lugares ainda não alcançados.


– Crianças. Como povo de Deus devemos respeitar, escutar, proteger e fortalecer as crianças como agentes vulneráveis da missão de Deus. Elas podem ser chamadas por Deus e escutar sua voz. Com frequência, temos falhado em reconhecer a compreensão e a prática da missão para e com as crianças. Como Igreja não temos reconhecido a capacidade das crianças para conhecer, amar e servir a Jesus desde pouca idade e devemos nos arrepender (tomado do Movimento de Lausanne). Convidamos as famílias, igrejas e organizações a interceder, cuidar e fortalecer as crianças e apresentar a elas o evangelho de Jesus de maneira significativa.


– Água limpa. Como Igreja e como responsáveis por cuidar e proteger a criação, una-se em oração com outros, apresentando as pessoas com necessidade de ter água limpa. Aproximadamente 1,1 bilhão de pessoas em todo o mundo carecem de acesso a água potável. Nos países da Ásia e África cerca de 80% das enfermidades estão relacionadas com água suja e saneamento deficiente.

Peça ao Espírito Santo que guie você a orar por isso, a reconhecer qual é nossa responsabilidade e a ter um coração disposto a ser transformado por Ele. Água limpa e a Água de Vida chegando a lugares em necessidade.


 Intercedendo por Etnias Não Alcançadas

 

– Ajuran Somali, no Quênia

A oposição aos cristãos pode ser forte em partes do norte do Quênia, onde os muçulmanos são maioria. O testemunho cristão aberto pode ser perigoso. Ore pelos obreiros que atualmente alcançam os Ajuran do Quênia. É possível que haja alguns seguidores de Jesus entre eles, que necessitam muito apoio de oração. Que o Senhor dê ânimo aos trabalhadores, que não fraquejem em seu compromisso com Cristo, o Isa al-Masih como eles o denominam.


– Budistas Qiang, Luhua, na China

O povo Qiang de Luhua é uma das quatro variedades distintas de Qiang do Norte, na China. Por comentário de obreiros, se deduz que têm interesse no Evangelho. Não são inalcançáveis e sim que a muito poucos foi apresentado o evangelho de maneira que possam compreender e tomar a decisão de aceitar ou rejeitar o Salvador. O povo Luhua Qiang necessita submeter-se a Jesus Cristo para poder experimentar a vida abundante que ele oferece em João 10:10. Ore para que a cegueira espiritual e a escravidão ao maligno sejam eliminadas para que possam entender e responder a Cristo.


 

The following two tabs change content below.

Mary Fernández

Latest posts by Mary Fernández (see all)

Comments are closed.